Filipe Santos

Entenda minha persona, gostos, influenzas e mais umas paradinhas ae…

Sou movido a base de música e caçador incansável de novidades, utilizo o espaço online para expressar pensamentos em forma de fotos, posts e contos.

Não há felicidade com exceção da realização de ter completado algo...

Henry Ford foi feliz ao citar essas palavras, elas englobam bem os dias de hoje, onde o principal foco agora é a busca incessante da auto realização. Não sou diferente, sonho alto e tenho grandes ambições, mas quero desfrutar cada segundo da vida, essa é minha jornada e eu retrato ela bem aqui. Sejam bem vindos ao meu universo!

Para conhecer minhas habilidades e experiências profissionais, acesse o meu perfil do LinkedIn, você também pode me mandar um alô por e-mail ou me seguir no Instagram. 😘

ABOUT ME:

Hello! Welcome. My name is Filipe, from Belo Horizonte - Brazil.

I'm here to describe things that I like and other that I don't. (Hit me! 😝)


  • 🎓 Graduated in System Information

  • 👔 I works as System Analyst.

  • 🏀 I Love to play and discuss about basketball.

  • 📷 Take photos of everything from my perspective.

  • 🎧 Music is my gas, usually you always see me wearing headphones.

  • 🎮 Play occasionally and it's when I remember why am I a brazilian guy. I can play FIFA for hours..

  • 🏊 My favorite Hobby


But if you really want to know me, stay tuned and check it out!!

O QUE ME INSPIRA TODO DIA:

BASKETBALL

O basquete sempre fez parte da minha vida, me ensinou a ter determinação, concentração, respeito, a trabalhar em equipe e a correr atrás dos meus objetivos e sonhos.

TECH

Tecnologia é uma das coisas com as quais eu mais sou aficionado. Formado em Sistemas de Informação e desde então não paro de buscar novidades, várias delas você vai ver por aqui.

PHOTOS

Um hobby que eu levo bem à sério, sempre que posso busco novos conhecimentos a respeito do tema. De quando em vez poderão conferir os resultados em futuros posts!

Viciado em esportes, gosto de praticar de tudo um pouco, mas de longe o esporte que mais tenho propriedade para falar é sobre basquetebol, são mais de 20 anos dedicados ao esporte, acompanhando de perto diversos jogos, estatísticas e jogadores de todos os cantos do planeta. Mas nem só de basquete vive o Fisa... Também gosto muito de outros esportes, como natação, corrida, ciclismo, poker, xadrez e tênis de mesa. No geral tenho apreço por tudo que é atividade física, então eu to sempre associado à algum esporte.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Clica nos links abaixo para ter acesso à centenas de fotos que eu não coloco no Insta 🙃

Textões

Vocês também conseguem ver com frequência meus textos aleatórios que geralmente não estão associados a política ou crenças, tão mais para a minha visão sobre as coisas banais da vida tratadas de maneira profunda na perspectiva de quem não sabe o que diz.

Mantenha sua propriedade intelectual sã e salva

Identificar sua Propriedade Intelectual (PI), e desenvolver uma estratégia é o primeiro passo na criação de um negócio. No entanto, muitos empresários atrasados nem sequer pensam sobre PI, só quando já é tarde demais, porque eles não acreditam que eles têm alguma coisa que vale a pena proteger. Mas isto é um erro grave, vamos abordar isso mais afundo.

Propriedade Intelectual é uma parte significativa do valor de uma startup e ser mais experiente garante a credibilidade com potenciais investidores e parceiros estratégicos. Por exemplo, enquanto as patentes não são o único tipo de PI, divulgando muito em pouco tempo sobre uma invenção pode afetar drasticamente a capacidade de proteger o seu produto. E claro, um segredo comercial só tem valor se é secreto.

Vou citar aqui, três maneiras de começar a pensar sobre como proteger sua PI. Tenha em mente , eu não sou um advogado, e que estas são apenas idéias que deram certo para os meus amigos e eu. Para PI e outras decisões judiciais, o melhor é consultar um advogado para sanar dúvidas específicas.

Comece com o nome. Todas as empresas têm alguma PI que vale ser registrada. Por exemplo, uma empresa e os nomes de seus produtos são ativos valiosos e blocos de construção essenciais para uma marca e, portanto, devem ser protegidas. Então faça sua pesquisa e garantir os direitos, antes que alguém o faça.

Confira se os buscadores e outros bancos de dados de marcas registradas estaduais e federais mostram se já existe algo do tipo. Se o nome ainda não foi registrado, pode ser sábio adquirir ele. Se você não fizer isso, pode acabar gastando muito mais depois, tendo que garantir os direitos sobre o nome ou mudar o nome da empresa ou materiais de marketing.

Não confie em um aperto de mão para transferir PI. Empresários com pouco dinheiro, muitas vezes adotam o padrão de trabalhar com empreiteiros independentes usando lances, estimativas ou faturas transações para obter preços acessíveis. Infelizmente, sem um contrato, uma startup pode não possuir o direito, mesmo que a conta tenha sido paga na íntegra.

Por exemplo, um cliente de startup pagou por um vídeo promocional, mas trabalhou a partir de uma estimativa que não inclui quaisquer termos relativos que possuía os arquivos de vídeo de origem. Inevitavelmente uma disputa judicial surgiu quando a empresa queria fazer vídeos adicionais e foi dito que não possuía os direitos para o arquivo original e teve que pagar a empresa de vídeo para manipular ou efetuar uma compra direta. Moral da história? Ter um contrato padrão que articula claramente quem possui o quê em termos de direitos.

Manter idéias em segredo pode te atrapalhar. Não misture dizer a alguém a sua ideia (que os empresários parecem temer mais) com o fato de deixar a valiosa PI não identificada e, portanto, desprotegida. Idéias por si só não são uma PI real. É só depois de expressar essas idéias por meio de execução que a PI foi criada e deve ser identificada.

Acordos de não divulgação (Confidencialidade e Sigilo) pode ser solicitado para ajudar a aliviar a angústia empresarial em discutir idéias. Mas lembre-se que muitos investidores profissionais não vão assinar esses termos, porque pode restringir outros investimentos. Se os investidores e os empresários não se disporem de assinar, eles não devem ter acesso a todos os detalhes na primeira reunião sem proteção deste termo. Muitas vezes, o suficiente do seu molho secreto pode ser retido para proteger a sua PI enquanto delineando seu negócio ou produto, resultando em progresso para a sua ideia de negócio, sem perda de IP.

Tudo tem seu tempo

Aquele momento em que é preciso deixar o tempo falar com você.

Primeiro, é necessário se acalmar, sentir o vento tocar seu rosto, respirar é notar que o ar está invadindo seu pulmão e não porque seu organismo exige o movimento mecânico para continuar operando… Assuma o controle, feche os olhos, ouça o que o mundo tem para te dizer, erga a cabeça contemple o seu redor, a essa altura é bem mais fácil de enxergar o que ninguém mais vê. É nesse momento que eu pego a câmera é registro aquilo que passa desapercebido por todo mundo e salvo em um formato jpg. É assim que eu me inspiro para tirar uma foto..

E você, qual técnica utiliza?

Dicas para se viver melhor

O que é preciso para ser feliz?

Diante de um mundo cada vez mais conectado, privado e recheados de emoticons colorindo as redes sociais, nos vemos refém de uma sociedade cybernética que ditam novas regras e manipulam as massas. Para tentar driblar os obstaculos que a vida nos traz é essencial que utilizemos dos recursos disponíveis ao nosso alcance para se viver melhor.

Disponho aqui de algumas dicas que podem nos ajudar a chegar lá!


PARE DE:


- fazer o papel de vítima

- inventar desculpas

- deixar a sociedade te dizer como viver

- tentar fazer outras pessoas felizes

- depender de outras pessoas para se sentir feliz

- duvidar de si mesmo


COMECE A:


- aproveitar o tempo sozinho

- desligar-se dos eletrônicos e sair um pouco

- pensar positivo

- expressar a criatividade

- reconheça seus desejos /sonhos / vontades

- fazer tudo o que você quer acontecer

- criar sua própria lista de dicas para se viver melhor

- ajudar os outros a perceberem que podem fazer a sua própria felicidade

O Pesadelo dos Dentes

Que estranho acordar e ver que te faltam dois dentes em sua boca...

A sensação de desconforto é enorme! O que poderia ter acontecido? Será que eu bati com a face na parede enquanto dormia? Me levanto, tento processar as idéias, nada me vem a mente. Uma música muito alta toca há alguns metros de onde estou, com a boca seca começo a procurar por um copo de água que normalmente fica perto da minha cabeceira, antes de encontra-lo vejo que alguém acordou antes de mim. Me dirijo até ele para saber se ele percebeu ou ouviu algo na noite anterior, surpreso ele disse que eu tentei arrancar todos os dentes da minha boca. Mas por que eu faria isso comigo? Ele disse que varias pessoas tentaram me impedir, mas sem resultado. A boca ainda está muito dolorida, volto ao lugar onde passei a noite e encontro mais seis dentes. De onde esses saíram? Pego todos eles e corro para algum lugar onde eu poderia ver meu reflexo, a boca está muito dolorida, mal consigo processar as idéias devido a sono que ainda me assola. Levemente passo a língua onde deveriam estar os dentes faltosos e percebo que são os dentes do centro ao lado esquerdo da boca, paulatinamente ergo os lábios e começo a ver a gengiva inchada e os buracos que agora preenchem o espaço que antes eram habitados por pelo menos oito dentes, é quando percebo algo que tem um grampo segurando minha gengiva, ergo um pouco mais e percebo logo um segundo prego ou arame metálico, mas o que seria aquilo? Me distanciando um pouco do reflexo e com as mãos ainda segurando os lábios vejo então uma forma humana em posição de Cruz feito com a minha própria gengiva e segurado por dois arames entranhados em minha gengiva batendo levemente como se tivesse um coração dentro dela, poderia ser a pressão sangüínea que estava proporcionando os movimentos, ou havia algo mais por baixo da gengiva, uma sensação de agonia começava a me tomar, sem saber ao certo do que fazer, eu choro. É desesperador não saber o que houve com você e encontrar algo na sua cara que não te pertence mais. Um profundo desgosto de ter perdido os principais dentes da minha boca.

Como manter seus clientes focados no seu site

Tente ler um livro e fazer palavras-cruzadas ao mesmo tempo. Esse é o ambiente intelectual da Internet atualmente.

Outro dia estava lendo o livro: "O que a Internet está fazendo com nossos cérebros” de Nicholas Carr, onde ele descreve o que já suspeitavam - que o uso da Internet tem propiciado a criação de alterações neurológicas no cérebro , afetando nossa capacidade de lembrar fatos, ou prestar atenção o tempo suficiente para compreender o que lemos...

Agora, você poderia traduzir?

Embora muitos não concordem com Carr , a pesquisa citada em seu livro tem implicações importantes para a criação de conteúdo . Entre os resultados:

  • Um artigo com vários links, diminui a compreensão do leitor. Pode ser porque os leitores tenham que dedicar mais atenção para avaliar os links e decidir se deve clicar neles.

  • Os leitores de Internet navegam através de várias páginas, ao invés de lê-los com cuidado. Pior ainda, os leitores podem não conseguir lembrar o que tinham lido ou não lido.

  • As pessoas que assistiam uma notícia da CNN mantiveram muito mais informações do que as manchetes que tinham rolagem na parte inferior da tela.

  • Usuários que clicam em vez de ler e pesquisar . Os participantes do estudo, que pesquisaram por respostas para suas buscas, tiveram melhor resultado do que aqueles que buscaram respostas em páginas da Web aleatoriamente.


Será que o seu conteúdo está distraindo e sobrecarregando seus leitores? Suas mensagens são muito longas e complexas? Os visitantes podem encontrar as informações que precisam rapidamente? Como você envolve os usuários que estão " clicando em vez de pesquisar?"

  • Tenha em mente que quem publica menos, oferece mais na web. Elimine recursos do site que distraem como animação em flash ou páginas que obriguem o leitor a rolar a página.

  • Faça os subtítulos criarem uma boa introdução do conteúdo que será publicado.

  • Utilize a navegação do site para quebrar as suas informações em páginas curtas.

  • Faça hyperlinks mais descritivos. Não diga aos leitores "Leia mais", diga-lhes o que eles vão ler se clicar.

  • Escreva conteúdo do site em tom de conversa, menos formal.

  • Vá direto ao ponto nas primeiras palavras. Não espere os leitores leiam um parágrafo longo para introduzi-los.

  • Use adjetivos, hipérboles, linguagem corporativa, e jargões moderados.

  • Considere o uso de vídeo para transmitir informações mais complexas.

Vocês tem outras dicas para a criação de conteúdo nessa era de distrações?